Organizando os trabalhos — Encho Indie Studio

Se você acompanha meu trabalho talvez já tenha percebido minha petulância em acreditar que eu seja capaz de contribuir para o desenvolvimento de jogos com conteúdo completamente inovador. Não somente isso, mas também a minha “visão” do que design de jogos deveria ser, já que não há consenso definitivo no mercado, na educação, ou sequer na comunidade. E, recentemente, foi lendo meu próprio material que percebi que nunca fiz um bom trabalho introdutório. Introdução essa seja a interessados em design de jogos que queiram aprender sobre a área ou desenvolvedores experientes curiosos sobre as minhas teorias pessoais. Continuo pretendendo fazer os dois, apenas vou separar melhor os assuntos.

Continuar lendo “Organizando os trabalhos — Encho Indie Studio”